São Paulo, julho, 2020

O conceito da nova coleção do designer Pedro Franco nasce da vontade de criar um contraponto à grande rede da Matrix e à Inteligência Artificial.

Para tanto, utiliza como base as tramas feitas à mão caracterizadas pelas RENDAS brasileiras.

Como a constante linha guia de seu trabalho, se faz presente o conceito da “Glo-calidade”

As RENDAS chegaram no Brasil por intermédio da família real portuguesa no Século XVIII. Desde então, ganhou autoralidade por meio das diferentes comunidades artesãs.  Mais que uma identidade nacional, ganhou um feitio com características regionais.

 

Hoje é possível determinar a origem de uma renda a partir do tipo de trama de seu feitio. 

Na atual coleção a Poltrona Underconstruction, transforma-se em uma plataforma para amplificação do trabalho da artesã baiana Ana Caires. Sua técnica do bordado Ponto Cruz é aplicado nas diversas tiras que compõe a poltrona. 

 

O  experimentalismo se faz presente na nova tecnologia desenvolvida, a da eternização.

Rendas garimpadas por Franco e oriundas de diversas regiões brasileiras são eternizadas em banho de cobre.

Uma eternização da iconografia local

 

Por fim, demonstrando uma convivência possível e necessária, o Aparador Renascença mostra as diversas belezas do feito com a alta tecnologia x feito a mão.

Se em uma versão o desenho da renda autoral de Pedro Franco é traduzido fielmente pelo uso da alta tecnologia de recorte a laser CNC, em outra versão ganha o improviso  e a co-criação da artesã Fafá (oriunda de Registro no interior de SP) com forte personalidade.

 

Uma tensão saudável mostrando a beleza e a possibilidade de uma convivência harmônica entre o tecnológico e o manual.

 

desamarrando pos banho.png
flaflachair_industrialversionphoto-marco
flaflachair_industrialversionphoto-marco
CenterTableRaiz_Photo_HenriqueRibeiro.jp
Rendeiras_setPhotoHenriqueRibeiro.jpg
SofaRendeirasPhotobyHenriqueRibeiro.jpg
Underconstruction_PhotoHenriqueRibeiro.j